terça-feira, 27 de dezembro de 2016

NATAL SOLIDÁRIO NO LAR NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO, EM PARADA DE ESTER


~~~ O MEU NATAL SOLIDÁRIO 
NUMA TARDE DE MEMÓRIAS  -  21/ 12/ 2016 ~~~



Ontem, todos os meus caminhos foram dar ao Lar Nossa Senhora do Rosário, de Parada de Ester, meu chão natal.
Ali vivi e revivi momentos de uma riqueza ímpar. Encontrei rostos cansados da vida, corpos doentes e mentes confusas no baralho das emoções. Um dia, conheci-os a quase todos, privei com a maioria. Eram gente de trabalho e de afectos, que a idade rompeu ao sabor das intempéries do tempo.

Ali estava o Alberto. Com ele vivi uma história de infância, que retratei num dos meus livros.
Um dia, a professora D. Hermengarda ordenou-me que lhe desse umas tantas palmatoadas, nas mãos enregeladas de frio. Porque eu, na primeira classe, soube a tabuada que ele errara, frequentando a terceira. Cá fora, no fim da aula, o Alberto deu-me uma tareia valente. Não pelo número de reguadas, mas pela força com que lhas acertei.
O caso daria para rir. Mas de novo o Alberto, indefeso pela doença, estava ali, à minha frente, sem reagir. Sem mesmo sequer me reconhecer.

                                                                        

                                                      O Alberto não me reconheceu

O Carinho, ao toque de um abraço

Partilha de memórias e saudades





Grande lição fui ontem aprender ao Lar Nossa Senhora do Rosário. É que as forças e as fraquezas de cada um estão sempre sujeitas à vulnerabilidade dos acasos da vida.
Grata a todos quantos proporcionaram este reencontro com tantos amigos que a sorte e o azar distorceram, ao arrepio de sonhos que se finaram. Senti-me verdadeiramente privilegiada, por estar lúcida e sem dores físicas. Que as dores da alma, essas aumentaram, em cada abraço que dei, em cada beijo que recebi, em cada saudade que guardarei no cantinho mais íntimo do coração.
Obrigada, Nossa Senhora do Rosário!






Obrigada ao Lar Nossa Senhora do Rosário! Pelo convite, pelo modo gentil como ali sempre me tratam, Obrigada por todas as manifestações de carinho partilhadas.

Um bem haja especial à dra. Ana Andrade, que organizou e dinamizou este encontro, com reconhecido profissionalismo.

De bom grado, voltarei sempre que me chamem. 



                                                                 Aurora Simões de Matos



Sem comentários: