domingo, 16 de junho de 2013

AS CORES DA SERRA....POEMA


                                              AS CORES DA SERRA





Todos  os anos na Primavera,
a serra veste o seu vestido verde
e faz um novo penteado de hera...
                           




                            Todos os anos em fins de Verão,
                             a serra  troca o seu vestido verde
                             por cores doiradas que lembram o pão...





                             Quando o Outono cai pela encosta,
                              a serra veste de tons multicores
                              o vestido de que ela mais gosta...

                 


                         Quando a serra quer vestir de branco
                          e festejar seu tempo de noivado,
                          a neve empresta-lhe o seu alvo manto...


(fotos da net)


                                                        Aurora Simões de Matos



2 comentários:

Anónimo disse...

Cara amiga Aurora,

Neste poema, (quase) arco-íris, que tão bem retrata as nossas rudes, mas singelas montanhas, inebria e dá cor a tudo o que é serrano, a tudo o que é simples na vida.
Aqui se conjugam a cor, a beleza e o que de melhor existe nas nossas serranias: o prazer de viver.

Isilda L. Afonso

Aurora Simões de Matos disse...

Minha Amiga Isilda Afonso

Um largo sorriso, pela presença que deu ainda mais cor ao meu singelo poema ...
Grata...