segunda-feira, 10 de junho de 2013

TERTÚLIA LITERÁRIA


                      TERTÚLIA LITERÁRIA EM LAMEGO

                          COORDENAÇÃO DE AURORA SIMÕES DE MATOS


                                                       TEMA :  EUGÉNIO DE ANDRADE






                                               Drs. António Martins e Eduardo Leal

                                                             os dois oradores da noite


 

Aurora e Dr. José Pessoa





                

               ATÉ AMANHÃ



Sei agora como nasceu a alegria,


como nasce o vento entre barcos de papel,


como nasce a água ou o amor


quando a juventude não é uma lágrima.



É primeiro só um rumor de espuma


à roda do corpo que desperta,

sílaba espessa, beijo acumulado,

amanhecer de pássaros no sangue.



É subitamente um grito,


um grito apertado nos dentes,


galope de cavalos num horizonte 

onde o mar é diurno e sem palavras.



Falei de tudo quanto amei.


De coisas que te dou

para que tu as ames comigo:

a juventude, o vento e as areias.


                                                     Eugénio de Andrade








Nelinha Barros


Dra. Jacira Galhardo



A jovem Poetisa BÁRBARA CARRULO


                                                                        Dra. Isilda Afonso



                                                                    
                                                                       Dra. Manuela Vaquero



                                                      Dra.Maria do Sacramento Matos




                            Aurora Simões de Matos


















5 comentários:

isilda disse...

Obrigada, amiga Aurora, por estes momentos em que a literatura nos enche a alma e a vida. Este poema, em que a alegria, a juventude e a vida imperam, retrata bem o que de bom e de saboroso devemos contemplar no que nos rodeia.
Nada melhor que ler e, se possível, escrever...

Isilda L. Afonso

isilda disse...

Obrigada, amiga Aurora, pelos momentos que nos proporciona. Aliteratura enche-nos a vida, alma e o espírito. Este poema, que apela à alegria e à juventude, motiva-nos à leitura, à reflexão e, espero, à escrita...
Continue!

Isilda L. Afonso

Aurora Simões de Matos disse...

Querida Isilda

Obrigada pela presença,aqui e na nossa Tertúlia.Espero poder continuar a contar consigo, como uma das vozes mais efectivas da cultura lamecense e da prática pedagógica que tanto me entusiasma.
O meu abraço sincero e o meu regozijo por tê-la a meu lado...

Aurora

Cristina Cebola disse...

Parabéns minha querida Amiga Aurora Simões de Matos, por dar corpo e voz a estas iniciativas que promovem a Poesia e a Literatura Portuguesa...

Partilhando desse Amor pela Arte Poética, deixo o meu bem-haja e um beijinho muito amigo!***

Aurora Simões de Matos disse...

Pena minha, Poetisa Cristina Cebola,por não poder tê-la a nosso lado mensalmente nestes nossos serões, que são já uma referência cultural na nossa cidade.

Grande abraço pela presença amiga e por todo o seu sincero apoio...